..................................................................................................................................................................................................................................................
Se necessitar de alguma informação sobre viagens aéreas, hotéis ou destinos de férias terei todo gosto em ajudar ...
Solicite informação pelo e-mail: mundosobreasasmobile@gmail.com
..................................................................................................................................................................................................................................................

Procure aqui o voo que deseja

sábado, 10 de Abril de 2010

Aviões de Fabrico Russo, Guerreiros ou Caixões com Asas? ....


A queda do avião Tupolev-154 que hoje, sábado, vitimou o presidente polaco perto do aeroporto de Smolensk, na Rússia aumenta para 16 o número de acidentes com este tipo de aeronave russa desde 1994.

O avião onde seguia Lech Kaczynski despenhou-se ao aterrar no aeroporto de Smolensk, Moscovo, matando as 96 pessoas que viajavam a caminho das cerimónias fúnebres em memória das vítimas da matança de Katyn, em 1941.

O anterior acidente ocorreu a 10 de Julho de 2009 quando um Tupolev das linhas aéreas Caspias, que viajava do Irão para a Arménia se despenhou, matando 168 pessoas.

Três anos antes (2006) outro Tupolev-154 das linhas áreas do Irão saiu da pista, e incendiou-se quando tentava aterrar no aeroporto da cidade iraniana de Mashad, provocando a morte a 80 dos 147 passageiros.

O mais grave acidente com este tipo de avião russo ocorreu a 22 de agosto de 2006 quando um Tupolev das linhas aéreas russas Pulkovo, com 170 pessoas abordo, caiu durante uma tempestade na Ucrânia a caminho de um resort do Mar Negro para St. Petersburgo.

Há 16 anos, a 03 de Janeiro de 1994 a queda de um Tupolev-154 provocou a morte a 125 pessoas perto da estância de neve da cidade de Irkutsk.

O modelo Tupolev-154 começou a ser construído em 1972 e o primeiro voo realizou-se a 9 de Fevereiro de 1972.

(Fonte: JN on-line)

Esta noticia faz levantar novamente uma discussão já bastante antiga, para muitos uma realidade, paro outros apenas um pensamento dos tempos da guerra fria, será que os aviões de fabrico russo são fiáveis?, será que é só pela idade avançada de uma grande parte da frota das companhias que os possuem ou então pela manutenção escassa, ou até, no caso de companhias iranianas, devido ao embargo internacional muitos aviões voam sem qualquer manutenção minuciosa, apenas tem o necessário para levantar voo ... São muitas as duvidas, são muitas as questões, mas uma coisa é certa, por outro lado estes aviões sem cuidados de manutenção, muitos deles, com idade avançada, voam diariamente, geralmente com peso a mais, e cumprem a sua missão ... serão eles uns guerreiros aeronáuticos? ... É óbvio que no caso do avião presidencial Polaco, não podemos falar, em principio, de falta de cuidados e falta de manutenção, algo se passou é certo mas o que se passou em concreto deverá ser apurado nos próximos tempos, em primeira analise tudo aponta para o nevoeiro muito intenso e erro humano visto que os pilotos ignoraram os avisos de controladores aéreos Bielorrussos das condições atmosféricas adversas e decidiram seguir com a viagem ate ao seu destino final, foram tentadas 4 aproximações à pista sendo que na quarta vez que o fez o avião colidiu com uma asa numa árvore o que provocou a sua queda ...

Abro aqui esta discussão:

Aviões de Fabrico russo, heróis dos céus ou caixões com asas?

Para ver imagens dos Tupolev TU-154 ao serviço da Força Aérea Polaca fica aqui o link:

http://www.airliners.net/search/photo.search?aircraft_genericsearch=%3Dtupolev*&airlinesearch=poland+-+air+force&countrysearch=&specialsearch=&daterange=&keywords=&range=&sort_order=photo_id+desc&page_limit=15&thumbnails=


11 comentários:

  1. Olá não tenho a certeza mais este ja ca esteve na Madeira este ano, agora não sei qual deles foi, pois eles tem 2 aparelhos!

    ResponderEliminar
  2. Ola para a malta parece que ja esta toda por aqui, então ellwangergbrl e agora que vais ter o teu avião no ar, tanto tempo parado;))


    Pois agora ja não sei pois esse Tupolev-154 tem outra coisa escrita na fuselagem não tinha reparado:((

    Mais e de certeza o 101 que caiu pois vi o registo dele como ja caiu e as pessoas que morreram dentro dele e a rota que ele fez...
    Vais a Wikipedia esta tudo lá

    Saudações Aéreas
    Asas Madeira
    Paulo Olim

    ResponderEliminar
  3. mesmo não percebendo muito de aviões, a minha opinião sobre o a tua questão é de que as duas hipóteses estão correctas. os russos não são tão tecnológicos, como os americanos por exemplo, mas em compensação são mais práticos, duros e resistentes em tudo o que constroem. agora, como infelizmente na maioria das empresas que os utilizam, o dinheiro não chega para a manutenção destas maquinas voadoras (não me parecendo neste caso) é lógico que mais dia menos dia o avião não aterre como deveria aterrar...

    são grandes máquinas, com grandes "corações", e cada milha que fazem é uma proeza da resistência destes guerreiros soviéticos, mas ao mesmo tempo podem-se transformar em caixões voadores...

    ResponderEliminar
  4. O Avião da Imagem é o 101, o avião do acidente!

    ResponderEliminar
  5. Ola a malta, Pois esta aeronave ja tinha sido fortemente reparada, pois o erro foi claramente dos pilotos segundo as noticias.
    Talvez o sensor de altitude esteve-se avariado
    ou pensando que ja estava em cima da pista para aterrar!

    O interior muito giro para a idade do Tupolev-154 mais as fotos ja mostra algum desgaste na cabine dos pilotos.

    Tecnológicos os russos cuidado com eles...
    Caixões acho que não e bem assim, ideias são ideias.
    Isso faz lembrar o naufrágio do submarino russo Kursk

    Asas Madeira
    Paulo Olim

    ResponderEliminar
  6. Paulo olim, peço desculpa, mas não sei como o ultimo comentário que deixou sobre a ideia da tecnologia aeronautica russa não apareceu, foi aceite por mim mas não apareceu no blog ... se puder peço que faça de novo o seu comentario ...

    peço desculpa, obrigado

    ResponderEliminar
  7. Paulo, consegui recuperar o seu comentário através do meu mail, aqui fica:

    enviado por Paulo olim de Asas da Madeira em 12 de abril de 2010 às 21:35
    "Ola a malta, Pois esta aeronave ja tinha sido fortemente reparada, pois o erro foi claramente dos pilotos segundo as noticias.
    Talvez o sensor de altitude esteve-se avariado
    ou pensando que ja estava em cima da pista para aterrar!

    O interior muito giro para a idade do Tupolev-154 mais as fotos ja mostra algum desgaste na cabine dos pilotos.

    Tecnológicos os russos cuidado com eles...
    Caixões acho que não e bem assim, ideias são ideias.
    Isso faz lembrar o naufrágio do submarino russo Kursk

    Asas Madeira
    Paulo Olim"
    _____________________________________________
    peço mais uma vez desculpa ao Paulo pelo sucedido ;)

    ResponderEliminar
  8. Pelo que apurei em algumas fontes noticiosas, há agora rumores que supostamente o presidente Polaco utilizou o facto de ser Chefe Supremo das Forças Armadas e obrigou os pilotos a seguirem com a viagem mesmo tendo sidos avisados por controladores bielorussos para não o fazerem... apurei também, que já em contacto com a torre do aeroporto militar onde iam aterrar, o controlador aéreo disse para o piloto seguir para Minsk na Bielorrusia visto que o aeroporto onde iam aterrar não possuia sistemas de ajuda para aterrar aviões em dias de mau tempo ou de pouca visibilidade ... Ao que parece, mesmo com essa indicação o presidente da Polónia insistiu com os seus pilotos que era ali que tinham de aterrar o Tupolev, após 3 tentativas falhadas seguiram para a quarta tentativa que resultaria no embate de uma das asas do Tupolev em árvores o que levou ao desastre que se conhece ... Pela descrição, leva-me a crer que o avião sobrevoava tudo menos a pista visto que na pista e nos seus redores não podem existir árvores, e visto que o avião se despenhou cerca de 1km do fim da pista penso que os pilotos estavam a tentar aterrar não na pista mas fora dela, mas pelo que se sabe nas condições meteorológicas e com as condições tecnológicas que dispunham era perfeitamente normal e advinhavél que a manobra não poderia correr muito bem! ... Agora, segundo fontes da torre do aeroporto militar diz que ouviu vozes na cabine a insistir na aterragem, mas só depois da analise cuidada da informação das caixas negras se pode saber se foi ou não o que se sucedeu... mesmo assim, é minha convicção que no caso de esta versão ser verdadeira não acredito que alguma vez possamos saber, porque não acredito que os serviços secretos de algum pais, seja ele qual for deixassem provar que o seu chefe de estado teve culpa num desastre desta natureza, é a minha convicção!

    ResponderEliminar
  9. http://www.agenciafinanceira.iol.pt/portal-iol/ryanair-the-telegraph-aposta-viagens-turismo/1154252-5282.html

    isto nao é para postares no blog é so para leres :)

    ResponderEliminar
  10. ok boa informação

    Paulo Olim
    Asas Madeira

    ResponderEliminar
  11. Amigo olha la este blog entressante pois tambem tem a tua foto principal entresante pois

    Tem o link no meu blog Vida de Spotter

    Paulo Olim
    Asas Madeira

    ResponderEliminar